27/03/2012

Ventos novos trazendo palavras suspiradas...



Pensei...
Achei que esses pensamentos poderiam me levar para mais distante.
Mas, não. Eu permanecia somente ali. Minha mente sim, ela tinha o poder (ou dom) de ir onde eu não podia chegar.

E bem à minha frente aquela imensidão de mar, ora verde, ora azul, um misto de cores e movimentos. Uma vida! Várias vidas!
Então, após aquela longa caminhada me senti na areia que estava exposta ao sol, mas permanecia com uma temperatura super amena e convidativa a passar algum tempo ali, descansando ou apreciando a linda visão ou então somente pensando - como eu.
O sol dava seu espetáculo à parte naquela manhã de domingo. Ele era um companheiro muito presente, eu o sentia tocando de leve minha pele - que até aquele momento era muito branca - porém quando ele me tocava eu não tinha medo (das possíveis queimaduras que poderiam resultar desse contato), eu apenas me sentia aquecida e protegida.
Ao longe eu podia ouvir o som, trazido pelos ventos, dos sinos da pequena Igreja que ficava no alto do morro da cidade. Certamente dali a poucos minutos iriam iniciar a celebração da Missa.
A cada domingo era uma festa, gente diferente, sempre caras novas e as de sempre já bem conhecidas por todas da pequena região, devido ao longo tempo que cuidavam das obrigações do Santuário.
De vez em quando eu me impressiono com a quantidade de informações que consigo captar dos lugares para onde viajo. Conversas com os nativos (moradores), muita observação e bastante curiosidade, eu acredito que são os ingredientes principais para quem quer explorar lugares novos e absorver o máximo da viagem, mesmo que dure apenas alguns dias.
Mas estou aqui, sentada nessa areia e olhando para toda essa imensidão de água - O MAR - que vida! que sonho!, que experiência única a que posso vivenciar agora e quero aproveitar cada pedacinho de segundo, para que todos esses lindos espetáculos, possam ficar gravados em minha memória e desejo ardentemente que o cheiro do mar fique impregnado no mais profundo de mim, para que sempre que eu me lembrar desse momento, eu possa ter a lembrança mais viva e completa que meu cérebro possa ter armazenado ao londo da minha caminhada, nessa aventura chamada VIDA!

AMD
25/03/2012


Buenos amores do blog!!! Quanto tempo hein... to voltando, demorei pq na verdade eu havia perdido algumas coisas (o meu nome de usuário e a senha)... mas a inspiração sempre a ventos largos e favoráveis....

Aguardo os lindos comentários de todos!!!
Super beijoooooo

21/05/2011

Liberdade...



Eu poderia escrever versos e vê-los ganharem melodia para se tornarem belas canções... mas não sou compositora, nem poeta e nem aspirante a tal!
Sou somente uma menina que de vez em quando – o tempo todo – conversa com sua alma. A alma sim é uma bela poeta e música! A menina, não...
Na realidade a menina é ate entediante, sem graça mesmo. Ela é excelente como amiga, mas quando se trata de assuntos do coração... melhor mudarmos de assunto!!!
Ela só sabe se encantar – apaixonar – pelos meninos que não estão sob o mesmo encanto que ela...
Ela vê em muitos, muita bondade, mas em alguns que ela deveria confiar um pouco mais – ela se sente ferida a cada palavra.
A menina precisava parar de se deixar dominar pelo medo... mas de uma forma ou outra ele sempre vence!!! E ela continua perdendo oportunidades – de ouro – por causa dessa prisão, que ela mesma construiu ao seu redor e não consegue mais sair.
Mas, espere...
Quando ela canta!!! Ah sim, quando ela canta! Ela cresce, se expande, vai além – se entrega – de corpo, alma, coração e até mesmo toda a divindade que a habita, tudo! Tudo que há nela se movimenta, aparece! Ela não teme nada, quando canta! Ela sabe que seu canto é tão suave, tão puro, cristalino... que até as mais altas muralhas não o impedem! As mais curvilíneas montanhas, não são capazes de conter a brisa que carrega sua voz!
E assim, ela pode sair de sua prisão – mesmo que por pequenos momentos – e alcançar os mais longínquos corações que anseiam por ouvir o canto que também os possa libertar ou mesmo acalentar, para eles o tempo não importa, pois a intensidade com que acontece a brisa cantante já vale como se fosse uma eternidade de melodias.
E assim a menina vive, dia a dia, cantando, sorrindo e se libertando! Mesmo que em pequenas doses, mas ela vai se libertando!!!

AMD
08/05/2011


P.S.: Quero deixar muitos beijinhos doces no seu coração que lê essas palavras agora!!!
Deus abençoe!!!

03/05/2011

Mesma canção!!!

02/05/11

Até o jeito desengonçado dela de dançar, o deixava cada vez mais fascinado, porque o brilho que dela reluzia era a cada segundo mais intenso e encantador.
Não é possível entender - ou descrever - a estranha ligação que existia entre eles, até porque ela simplesmente existia e isso que importava e bastava (a eles)...
Algumas vezes ele tentava fugir, pois eram diferentes demais e algumas pessoas os 'aconselhavam' a isso, ao afastamento.
Mas, então, ela sorria e ele podia sentir o ar mais doce saindo de seus lábios, mesmo a quilômetros de distância e assim ele sorria também.


Eles tinham toda certeza que o coração pulsava no mesmo compasso, pois cantavam a mesma melodia. Já sabiam os acordes, os tempos, os ritmos de cada um e se deixavam envolver pela linda canção que embalava suas almas.
E dançavam...acompanhando as danças das folhas com a brisa de outono.
Estavam longe, mas cada vez mais perto...
Eles sabiam que bastava estar dentro do coração (canção) para estar perto e tinham plena certeza, um habitava o coração do outro...
Um dia, outra melodia, sem muita afinação ou harmonia, quis habitar o coração dela.

E ele se afastou mais, porque seria o melhor para ela.


Mas ela desafinou, não seguiu o canto secundário e aos poucos, como uma rosa que foi tirada de seu jardim, ela foi enfraquecendo...
Ele sentiu...
Ele correu...
Ele voltou...
E ao encontrá-la começou a cantar a melodia que nos últimos tempos havia embalado somente seu triste e solitário coração.


E ela - como uma dama da noite que se abre ao anoitecer - foi voltando a vida, cada acorde dele em seu violão, era um pulsar em seu coração (dela). Ele cantava cada vez mais apaixonado, mais certo de seu amor. E ela sentia isso, mas não somente ela e sim todo seu ser, sua alma...
E cantando ela a salvou. A fez se erguer e cantar com ele a melodia que, enfim, cantariam juntos por toda eternidade dos acordes...
Enquanto houver música eles ali estarão juntos, como o ritmo e a melodia; a letra e a poesia, que ao ganharem acordes se transformam na mais linda sinfonia que embala a dança, de noites e dias...




Só enquanto houver música os corações vão pulsar juntos...


AMD





NOTA:Lindos leitores, espero que gostem desse novo conto. E gostaria de ideias!
Beijinhus doces no coração de cada um!!!
Deus abençoe!

29/04/2011

Conto I

Olá caros amigos do blog... hj resolvi fazer uma experiência diferente....
Vou postar um (quase) conto. Espero que vcs gostem...e deixem seus comentários!!! =D
beijinhus no coração de cada um...
Deus abençoe!!!



Eles se encontraram mais uma vez e começaram a conversar – como bons amigos...
Então, ele ficou – brincando – com ela sobre a festa do sábado passado... porém assim que as lembranças voltaram a sua mente (dela) o seu rosto se enrijeceu – ele notou – ele tentou desviar o assunto, mas já era tarde...

lágrimas brotaram em seus olhos – cor de mel que davam o contraste perfeito com sua pele extremamente branca e seus cachos dourados soltos (aquele dia)....

O silencio... o abraço... em suas costas (dele) o violão...

Ele sabia – estava no olhar dela – ela nunca havia feito aquilo e se sentira muito mal...

Ele segurou em suas mãos e a levou para o alto, em meio ao verde e as cores do fim da tarde- o por do sol estava excentricamente especial aquele dia – e ali ele cantava para ela (se encantava por ela)...
Ele sabia que ela estava feliz, até os cachos dançavam com a brisa à melodia das canções...



A noite chega, encontra abrigo em seus olhares que se fixam a – PERFEITA- lua... o luar frio daquela noite de outono... mas ela não precisava mais temer, ele estava ali....


Então cantaram... riram... conversaram... o mundo estava ali, logo mais abaixo de seus pés, mas tudo que eles precisavam estava ali... um do lado do outro...


AMD
29/04/2011

14/04/2011

Alma Magnífica Descoberta



Alma Magnífica Descoberta

Imagine que num simples e belo dia você ouve um sussurro de uma alma magnífica que está pronta pra ser descoberta...
Imagine, em seguida, que essa alma começa a falar com você, por meio de versos, prosas, poesias, músicas, melodias, notas, acordes, canções...



Então, imagine, que você resolve obedecer esse impulso e se lança com um lápis e algumas folhas... simplesmente escreve tudo que ela vai falando...



Diálogos, versos, tramas, histórias...

Então, você derrepente descobre um mundo novo nesse momento, um lugar que você já sabia onde era desde todo sempre, mas não tinha estado antes dessa forma, porem lá no seu íntimo sabia que estaria...


Você percebe que muitas almas acabam se identificando com as suas palavras e imagina que elas habitam o mesmo mundo...
Agora você sente que o diálogo fica completo e que sua alma pode conversar com todas as outras através de um simples “o amor move o mundo”, porque, derrepente você descobre que todas as almas são feitas do amor e para o amor...

13/04/2011

UM BELO DIA!!!

Olá amados!!! recebi essa mensagem por email e resolvi postar pra vcs aqui... espero que gostem, já que tem muitooo a ver com o blog...




No Ágape você tem um belo dia


Às vezes passamos por momentos que nós mesmos nem sabemos o porque passamos.


Às vezes temos vontade de largar tudo.


Às vezes estamos revoltados, magoados, alegres, tristes...

Mas derrepente, sentimos algo dentro de nós que faz pensarmos bem sobre os nossos atos...

Mas cuidado, nunca desista, siga em frente, distribua o Ágape.

Saiba escutar, sabendo ouvir, aprendemos a ter mais amor a vida e principalmente em DEUS ( Ágape ).

Você pode ficar sua vida inteira sem Deus, mas não morra sem Ele.

Você pode enganar um ser humano, mas jamais enganará a Deus, Ele é o mais justo dos advogados.






Bem por hj é só pessoal!!! ;D

Que Deus abençoe a cada um...e muitos beijinhos e cheirinhos...

2011 - TUDO NOVO!!!! =D

OLÁ AMADOS....

BEM, DEPOIS DE UM TEMPINHO (10 meses) afastada...resolvi voltar...

Hj vai ser um postmais 'pobrinho' só pra dizer um OI e retornar às atividades...

Mas preparem-se virão novos posts lindos e cheios de doces =D

beijinhus e que Deus abençoe a cada um!!!